segunda-feira, 16 de abril de 2012

The Stooges - Raw Power (1973)

Raw Power é o terceiro álbum de estúdio da banda estadunidense de protopunk The Stooges, lançado dia 7 de Fevereiro de 1973 pela Columbia Records. O disco é o maior clássico da banda, influênciando vários estilos músicais, entre eles o rock alternativo e o punk rock. O álbum contem o guitarrista James Williamson, que mais tarde voltou a trabalhar com Iggy Pop durante sua carreira solo.

Um pouqinho de história: 

A banda Stogees em 1973.
David Bowie em 1973, com seu famoso "tapa-olho".
Tudo começou quando o músico Iggy Pop assistiu a um show do The Doors em Chicago. Ele voltou para Michigan com a idéia de montar um grupo. Ligou para o baixista Dave Alexander e para os irmãos Ron e Scott Asheton, guitarrista e baterista respectivamente. Assim nascia em 1967 o The Psychedelic Stooges. A primeira apresentação de muitas outras naquele ano foi na Universidade de Michigan, em pleno Halloween. Os shows eram cheios de performances, principalmente de Iggy, que se comportava de maneira estranha no palco. Os shows foram chamando a atenção, porque parte do público se identificava com as músicas e parte passava o show inteiro xingando os integrantes. Em 1968 eles assinaram com a Elektra Records. O produtor Fields gostou do grupo e fechou um contrato para a gravação de três álbuns. O primeiro foi The Stooges, em 1969, produzido por John Cale (do Velvet Underground). Em 1970 saia o segundo álbum, Fun House que também fracassou nas vendas e desta vez a Elektra não quis arriscar um terceiro disco. Sem rumo, o grupo praticamente encerrava a carreira. Iggy conheceu David Bowie em setembro de 1971, e os dois se tornaram bons amigos. Bowie, então no auge de seu Ziggy Stardust não gostou nada do fim do grupo, e trouxe Iggy Pop e James Williamson para a Inglaterra e conseguiu um contrato com a Columbia Records, após inúmeras audições com músicos locais (com resultados insatisfatórios), a dupla tentou reconstituir o Stooges com músicos britânicos. Iggy resolveu voltar atrás e convocar Ron e Scott novamente para a banda, (esta "segunda escolha" irritou Ron Asheton, assim como sua mudança da guitarra para o baixo). E no começo de 1973, saia o terceiro disco, Raw Power assinado agora por Iggy And The Stooges. O álbum não deslanchou a carreira do grupo, mas foi recebido melhor do que os dois primeiros.

Faixas:

01. Search and Destroy – 3:29 
02. Gimme Danger – 3:33 
03. Your Pretty Face Is Going to Hell – 4:54
04. Penetration – 3:41
05. Raw Power – 4:16
06. I Need Somebody – 4:53
07. Shake Appeal – 3:04
08. Death Trip – 6:07 

Lançamento: Fevereiro de 1973
Gravação: Setembro – Outubro de 1972
Gênero: Hard rock, protopunk
Duração: 34:00
Gravadora: Columbia
Produção: Iggy Pop, David Bowie

Download Raw Power (1973)
Tamanho: 31 MB 
Servidor: MediaFire

The Runaways - The Runaways (1976)

E para começar bem a semana, e começar bem o Especial Anos 70, nada melhor que um álbum clássico, de uma banda clássica, que ficou marcado na história do rock'n roll. Fiquem ligados, que esta semana estarei postando vários álbuns dessa época maravilhosa no mundo da música. Bom, simbora galera...

 The Runaways é o álbum de estréia da banda americana de rock, só de mulheres, The Runaways, lançado dia 1º de Junho de 1976 pela Mercury Records. O site Allmusic elogiou o registro (especialmente os membros da banda Cherie Currie, Joan Jett e Lita Ford), comparando a música da banda com o material de Led Zeph pelin, Aerosmite Guns N 'Roses. Em 2009, a canção "Cherry Bomb" ficou na posição Nº52 das melhores canções de hard rock todos os tempos pelo VH1.

The Runaways em 1976.
Um pouquinho de história:

A idéia inicial de criar uma banda só de garotas foi de Joan Jett. Então encontrou com Kim Fowley e falou sua ideia. Assim ele apresentou a baterista Sandy West à guitarrista Joan Jett. Chamaram ainda a baixista Micki Steele, sem esquecer da compositora da banda Kari Krome. Ao final do ano de 1975 estava formado o grupo de três garotas chamado "The Runaways". Começaram a fazer alguns shows na Califórnia, e em 1976 a banda cresceu. Entraram a guitarrista solo de dezesseis anos Lita Ford e a cantora principal Cherie Currie. Além disso a baixista Micki Steele deixou a banda, sendo substituída por Jackie Fox. Com essas mudanças a banda atingiu grande sucesso. No mesmo ano, gravaram pela Mercury Records seu disco de estréia, intitulado "The Runaways". Do disco saiu o sucesso "Cherry Bomb", e a banda saiu em turnê nos EUA, cujos shows costumavam ter ingressos esgotados. Elas também fizeram a abertura de shows de bandas já consagradas como Van Halen.

Faixas: 

01. Cherry Bomb - 2:18
02. You Drive Me Wild - 3:22
03. Is It Day or Night? - 2:45
04. Thunder - 2:31
05. Rock & Roll - 3:17
06. Lovers - 2:09
07. American Nights - 3:15
08. Blackmail - 2:41
09. Secrets - 2:43
10. Dead End Justice - 7:01

Lançamento: Junho de 1976 
Gênero: Hard rock, Punk rock, Protopunk
Duração: 34:02
Gravadora: Mercury Records
Produção: Kim Fowley

Download The Runaways (1976)
Tamanho: 74 MB 
Servidor: MediaFire

domingo, 8 de abril de 2012

Joey Ramone: Novo álbum com 15 faixas demos e inéditas.

Falando em Joey Ramone, vi hoje no Cifra Club duas notícias boas. Boas, não. Ótimas. Segundo o site, no dia 22 de Março será lançado o novo disco solo do cantor, intitulado "...Ya Know?". O álbum vai conter 15 faixas demos e inéditas. E a outra notícia é a divulgação de uma faixa do álbum, "Rock n’ Roll Is The Answer". Para mais informações, acesse os links abaixo:

Disco solo de Joey Ramone será lançado 11 anos após sua morte

“Rock n’ Roll Is The Answer”: ouça a faixa inédita de Joey Ramone

Valeu pessoal.

sábado, 7 de abril de 2012

Ramones - Ramones (Remastered & Extended) (2001)

Ramones é o disco de estréia da banda punk Ramones lançado em 1976 pela Sire Records e re-lançado em 2001 com faixas bônus. Eu já postei este álbum no blog a alguns meses mas estou postando-o de novo, pois essa versão, que além de estar em 320kbps, contém faixas em versões demos. Ainda, o álbum inclui duas faixas, também em versões demo, que foram lançadas inicialmente na coletânia All The Stuff (And More!) Volume 1. São elas "I Don’t Wanna Be Learned/I Don't Wanna Be Tamed" e "I Can't Be". Façam bom proveito.

Faixas:

01. Blitzkrieg Bop - 2:13
02. Beat on the Brat - 2:32
03. Judy Is a Punk - 1:31
04. I Wanna Be Your Boyfriend - 2:16
05. Chain Saw - 1:55
06. Now I Wanna Sniff Some Glue - 1:35
07. I Don't Wanna Go Down to the Basement - 2:36
08. Loudmouth - 2:16
09. Havana Affair - 1:58
10. Listen to My Heart - 2:00
11. 53rd & 3rd - 2:22
12. Let's Dance - 1:53
13. I Don't Wanna Walk Around With You - 1:44
14. Today Your Love, Tomorrow the World - 2:17


2001 Expanded Edition CD:

15. I Wanna Be Your Boyfriend (demo) – 3:02
16. Judy Is a Punk (demo) – 1:36
17. I Don't Care (demo) – 1:55
18. I Can't Be (demo) – 1:56
19. Now I Wanna Sniff Some Glue (demo) – 1:42
20. I Don’t Wanna Be Learned/I Don't Wanna Be Tamed (demo) – 1:05
21. You Should Never Have Opened That Door" (demo) – 1:54
22. Blitzkrieg Bop (versão single) – 2:12 

Lançamento: Abril de 1976
Gravação: Fevereiro de 1976
Gênero: Punk Rock
Duração: 24 m 04 s
Gravadora: Sire Records
Produção: Tommy Ramone e Craig Leon

Download Ramones (Remastered & Extended) (2001)
Tamanho: 104 MB 
Servidor: MediaFire

terça-feira, 20 de março de 2012

Bad Religion - The Gray Race (1996)

The Gray Race é nono álbum de estúdio da banda punk Bad Religion, lançado em 1996. O título do álbum remete para a sua arte de capa, que mostra um retrato de rostos em preto-e- branco. Este foi o primeiro álbum em que a banda não gravou com o guitarrista original Brett Gurewitz (desde o EP Back to the Known, de 1984) e é seu primeiro lançamento com Brian Baker, que o substituiu durante a turnê Stranger Than Fiction. Este foi também o primeiro álbum com o qual Graffin solicitou as opiniões de outros membros da banda antes da gravação. Graffin disse que a colaboração melhorou significativamente a qualidade de som e do álbum.

Faixas: 

01. The Gray Race – 2:06
02. Them And Us – 2:50
03. A Walk – 2:14
04. Parallel – 3:19
05. Punk Rock Song – 2:27
06. Empty Causes – 2:51
07. Nobody Listens – 1:57
08. Pity The Dead – 2:56
09. Spirit Shine – 2:11
10. The Streets of America – 3:48
11. Ten in 2010 – 2:22
12. Victory – 2:36
13. Drunk Sincerity – 2:13
14. Come Join Us – 2:03
15. Cease – 2:35

Lançamento: Fevereiro de 1996
Gravação: Outubro a Novembro de 1995
Gênero: Punk rock, Rock alternativo
Duração: 41:22
Gravadora: Atlantic Records
Produção: Ric Ocasek

Download The Gray Race (1996)
Tamanho: 58 MB 
Cortesia: Rock N' Roll Downloads 
Servidor: MediaFire

terça-feira, 13 de março de 2012

fIREHOSE - Ragin', Full On (1986)

Ragin', Full On é o álbum de estréia da banda americana fIREHOSE, lançado em 1986 pela SST Records.Este álbum foi lançado logo após o fim da banda de punk rock Minutemen, devido à morte do guitarrista D. Boon.

Faixas:

01. Brave Captain
02. Under the Influence of Meat Puppets
03. It Matters
04. Chemical Wire
05. Another Theory Shot to Shit
06. On Your Knees
07. Locked In
08. The Candle and the Flame
09. Choose Any Memory
10. Perfect Pairs
11. This...
12. Caroms
13. Relatin' Dudes to Jazz
14. Things Could Turn Around

Lançamento: 1986

Gênero: Punk rock, Rock alternativo
Duração: 33:44
Gravadora: SST Records
Produção: Ethan James

Download Ragin', Full On (1986)
Tamanho: 44 MB 
Servidor: MediaFire

domingo, 11 de março de 2012

Sham 69 - Tell Us the Truth (1978)

Tell Us the Truth é o álbum de estréia da banda britânica de punk rock Sham 69, lançado dia 18 de Fevereiro de 1978. O primeiro lado do álbum foi gravado ao vivo, enquanto o o segundo lado foi gravado em estúdio. Tell Us The Truth inclui um dos grandes hits do Sham 69, "Borstal Breakout" no primeiro lado do álbum, gravado ao vivo. O álbum foi relançado em 1989 com duas faixas bônus, "What Have We Got? (live)" e "Borstal Breakout (single version)". Um álbum genuinamente punk.

Faixas:

01. We Got A Fight (live) - 2:19
02. Rip Off (live) - 2:09
03. Ulster (live) - 3:32
04. George Davies Is Innocent (live) - 2:18
05. They Don’t Understand (live) - 2:23
06. Borstal Breakout (live) - 2:57
07. Family Life - 2:15
08. Hey Little Rich Boy - 1:43
09. I’m A Man, I’m A Boy - 1:57
10. What About the Lonely? - 1:25
11. Tell Us The Truth - 2:10
12. It’s Never Too Late - 2:07
13. Who's Generation! - 3:15

Faixas Bônus:

14. What Have We Got? (live) - 2:23
15. Borstal Breakout (single version) - 2:57

Lançamento: Fevereiro de  1978
Gênero: Punk rock
Duração: 34:52
Gravadora: Sire Records / Polydor Records
Produção: Jimmy Pursey, Peter Wilson

Download Tell Us the Truth (1978)
Tamanho: 46 MB 
Servidor: MediaFire

Punk 1977-2007 (Limited edition) (2007)

Ouvir punk é uma das coisas que mais gosto na vida. Afinal, é um dos melhores gêneros do rock. O álbum se divide em The 77 Revolution (A Revolução de 77), Hardcore & British Second Wave (Hardcore e Segunda Onda Britânica) e Roots & Rarities (Raízes e Raridades). No primeiro CD, aparecem alguns ícones do punk, como Ramones, Sex Pistols, Sham 69 e The Damned. No segundo, temos Dead Kennedys, UK Subs e G.B.H., entre outros. No terceiro, destacam-se Stooges, MC5, Velvet Underground, New York Dolls e Johnny Thunders & The Heartbreakers. Entre versões conhecidas, takes alternativos, faixas ao vivo e curiosidades, a compilação é muito boa. Faltaram alguns nomes básicos, como The Clash e Jam, na geração 77, e Exploited e Rattus, na galera hardcore. Enquanto isso, alguns materiais desnecessários foram colocados, como Cherie Currie (ex-Runaways) cantando o hit Cherry Bomb. Embora esta interpretação traga Marky Ramone na bateria e Wayne Kramer (ex-MC5) na guitarra, deixa muito a desejar em relação ao original. Fosse eu o autor da seleção, não incluiria uma chatice como Sid Vicious debochando com My Way ou os Sex Pistols tocando uma versão punk da tradicional canção inglesa Land of Hope and Glory. Mas tudo bem.Os grandes nomes presentes já compensam os equívocos. Ouvir Johnny Thunders (ex-New York Dolls) em Chinese Rocks, Iggy Pop & The Stooges tocando a porradíssima I Got a Right e Ramones executando Judy is a Punk sempre significa uma ótima experiência. Cito também Dee Dee Ramone num excelente cover de Negative Creep, do Nirvana. Em geral, os três discos são diversão pura.


Faixas Disco 1: The 77 Revolution

01. Judy Is A Punk - Ramones
02. Anrchy In The U.K - Sex Pistols
03. New Rose - The Damned
04. If The Kids Are United - Sham 69
05. The First Time - The Boys
06. Action Time Vision - Alternative TV
07. The Richt To Work - Chelsea
08. Baby Baby - Vibrators
09. I Wanna Be Your Boyfriend - Ramones
10. Do Anything You Wanna Do - Eddie & The Hot Rods
11. God Save The Queen - Sex Pistols
12. Homicide - 999
13. Peaches - The Stranglers
14. What Do I Get? - Buzzcocks

Faixas Disco 2: Hardcore & British Second Wave

01. Too Drunk To Fuck - Dead Kennedys
02. No One Is Innocent - Die Toten Hosen Feat. Roniie Biggs
03. New York State Police - U.K. Subs
04. Alternative Ulster - Stiff Little Fingers
05. Woman In Disguise - Angelic Upstarts
06. Viva La Revolution - The Adicts
07. City Baby's Revenge - GBH
08. Something New - Anti-Pasti
09. Banned From The Pubs - Peter & The Test Tube Babies
10. Never Surrender - Blitz
11. Police Story - The Partisans
12. When The Evening Comes - The Undead
13. From Protest To Resistance - Conflict
14. Strangehold - U.K. Subs
15. Goodbye Garageland - Die Toten Hosen

Faixas Disco 3: Roots & Rarities

01. I Got A Right - Iggy & The Stooges
02. Waiting For The Man - The Velvet Underground
03. Personality Crisis - New York Dolls
04. Kick Out The Jams - MC5
05. Chinese Rocks - Johnny Thunders & The Heartbreakers
06. Negative Creep - Dee Dee Ramone
07. Black Leather - The Runaways
08. Let's Get Crazy - London Cowboys
09. Bored - Destroy All Monsters
10. Cherry Bomb - Cherie Currie, Marky Ramone & Wayne Kramer
11. Born To Lose - Johnny Thunders & The Heartbreakers
12. Newtown - The Slits
13. Land Of Hope And Glory - Sex Pistols
14. Follow The Leader - The Saints
15. Search And Destroy - Sid Vicious

Lançamento: 2007
Gênero: Punk Rock, Hardcore Punk, Protopunk, Rock
Duração: CD 1 - 43:38 / CD 2 - 37:41 / CD 3 - 52:28

Download Disco 1: The 77 Revolution 
Tamanho: 60 MB
Servidor: MediaFire
Download Disco 2: Hardcore & British Second Wave
Tamanho: 51 MB
Servidor: MediaFire
Download Disco 3: Roots & Rarities
Tamanho: 70 MB
Servidor: MediaFire

segunda-feira, 5 de março de 2012

Minutemen - What Makes a Man Start Fires? (1983)

What Makes a Man Start Fires? é o segundo álbum de estúdio do Minutemen, uma banda estadunidense de punk rock. Levando em consideração o lançamento de outros álbuns de menor importância, como EP e demos, esse álbum torna-se o quinto lançamento da banda. Com quase o dobro de duração do seu álbum anterior, o The Punch Line, foi com este álbum que o Minutemen começou a trabalhar mais profundamente em suas músicas. Foi a partir deste álbum que elas começaram a exceder os 2 minutos de duração. Além do mais, de todos os outros álbuns lançados pelo Minutemen, este foi o que mais tempo levou para ser gravado e concluído. As faixas básicas foram gravadas em uma única sessão noturna, como o seu anterior, porém a banda providenciou mais duas sessões noturnas para a gravação da guitarra e para a utilização de overdub nos vocais.

Faixas:

01. Bob Dylan Wrote Propaganda Songs – 1:27
02. One Chapter in the Book – 1:00
03. Fake Contest – 1:44
04. Beacon Sighted Through Fog – 1:00
05. Mutiny in Jonestown – 1:06
06. East Wind/Faith – 2:10
07. Pure Joy – 1:30
08. '99 – 1:00
09. The Anchor – 2:30
10. Sell or Be Sold – 1:45
11. The Only Minority – 1:00
12. Split Red – 0:52
13. Colors – 2:05
14. Plight – 1:37
15. The Tin Roof – 1:08
16. Life As A Rehearsal – 1:35
17. This Road – 1:26
18. Polarity – 1:44

Lançamento: Janeiro de 1983
Gravação: Julho - Agosto de 1982
Gênero: Punk rock, Hardcore punk
Duração: 26:39
Gravadora: SST Records
Produção: 

Download What Makes a Man Start Fires? (1983)
Tamanho: 46 MB 
Servidor: MediaFire

quinta-feira, 1 de março de 2012

The Clash - London Calling (1979)

London Calling é o terceiro álbum de estúdio da banda, lançado dia 14 de Dezembro de 1979 pela CBS. Este álbum foge um pouco do estilo punk (três acordes, musicas rápidas e simples e 3 minutos de duração). A parceria entre Joe Strummer (vocal, guitarra rítmica) e Mick Jones (guitarra, vocal) apresentava agora outras influencias, além do punk e do reggae, como o rockabilly (Brand New Cadillac), o pop (Lost in the Supermarket) e o R&B (I'm Not Down), enquanto Simonon (baixo, vocal) oferecia o hino dark "Guns Of Brixton". "Spanish Bombs" era um protesto político genuíno; a faixa-título, com sua linha de baixo galopante, a guitarra cortante e o vocal gutural, garantiu à banda seu maior sucesso em single até então. A capa faz uma referência consciente à do primeiro álbum do Elvis, embora a foto, feita por Pennie Smith, de Simonon prestes a esmagar o baixo, seja punk puro. A foto recebeu o prêmio de "melhor foto de Rock' n' Roll de todos os tempos" da revista Q Magazine, em 2002. Este é o um daqueles raros discos que tantos definem sua época como mostram seus criadores no auge de seu talento e fazem jus ao enorme talento da banda.

Faixas: 

01. London Calling - 3:24
02. Brand New Cadillac - 2:10
03. Jimmy Jazz - 3:56
04. Hateful - 2:45
05. Rudie Can't Fail - 3:31
06. Spanish Bombs - 3:21
07. The Right Profile - 3:57
08. Lost In The Supermarket - 3:49
09. Clampdown - 3:51
10. The Guns Of Brixton - 3:12
11. Wrong 'em Boyo - 3:03
12. Death Or Glory - 3:56
13. Koka Kola - 1:49
14. The Card Cheat - 3:52
15. Lover's Rock - 4:05
16. Four Horsemen - 2:57
17. I'm Not Down - 3:07
18. Revolution Rock - 5:36
19. Train In Vain - 3:11


Lançamento: Dezembro de 1979
Gravação: Agosto - Setembro de 1979
Gênero: Punk rock, Reggae Punk, Rockabilly, Ska Punk
Duração: 65:03
Gravadora: CBS, Epic, Legacy
Produção: Guy Stevens

Tamanho: 131 MB (320 Kbps) 
Servidor: MediaFire

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More